Monday, 15 September 2008

Este `e q`era um ganda Setubalens`ahn !



Me rique Xic` da Cana, `a coisa m`a linda !

C`onde se punh`a cantar o noss hine, o "Rio Azul", ate as`unhas dos pes`incaraclavam...

AH GANDA XIC !!!

Agora, em homenaige o "nosse Xic", vai aqui o Hine da Republica Pepelar da Peninsela de Setubal.

Rio Azul

Setúbal, eu tenho pena
de não te poder cantar.
Tu és mote de um poema
que ninguem pode ensinar

Se há beleza em qualquer lado
se valesse algum dinheiro
com a princesa do Sado
comprava-se o mundo inteiro


Onde é que existe um rio azul igual ao meu
que em certos dias tem mesmo a cor do céu,
minha cidade é um presépio é um jardim
queria guardá-la inteirinha só para mim.


Setúbal terra morena
onde tudo fica bem,
tens a beleza serena
no rosto de minha mãe.

Ó rio Sado de águas mansas
que pró mar vais a correr,
não leves minhas esperanças
sem esperanças não sei viver.

Onde é que existe um rio azul igual ao meu
que em certos dias tem mesmo a cor do céu,
minha cidade é um presépio é um jardim
queria guardá-la inteirinha só para mim.

Eh, coisa mai`linda !

`E quiste `opois da pa repetir`as vezes c`agente quizer`ahn!

1 comment:

Duarte Nifra said...

Boa noite nosso para.... ja falamos algumas vezes atraves de mensagens no site dos paraquedistas. Foi lá que vi o seu blogue e resolvi vir aqui dar uma voltinha... vá a este link e mate umas saudades da sua terra... é o meu blogue.

saudações paraquedistas

http://duartenifra.bloguepessoal.com/46227/rio-azul/